Síndrome Metabólica e Risco Trombótico

O que é? 

A Síndrome Metabólica (SM) corresponde a um conjunto de sinais e sintomas cujo elo é a resistência a insulina.

A insulina é um hormônio produzido no pâncreas, responsável por regular os níveis de glicose e gordura no sangue. A principal causa da resistência a esse hormônio é a obesidade.

A SM é um grande fator de risco para doenças como: trombose venosa, infarto e AVC. Por isso, se você já teve trombose ou tem antecedente na família fique muito atento.

Como é feito o diagnóstico? 

Os componentes da SM são:

➡️ Obesidade central: circunferência abdominal maior que 88cm na mulher e 102cm no homem;
➡️ Hiperglicemia;
➡️ Alteração no colesterol, níveis baixos de HDL (colesterol bom) e elevação do LDL (colesterol ruim);
➡️ Aumento de triglicérides;
➡️ Hipertensão arterial;

Como prevenir? 

Uma parte desse problema se deve a nossa carga genética. No entanto, o mais importante são os fatores modificáveis, que dependem de nossa vontade, incluindo bons hábitos de vida: 

➡️ Dieta: padrão anti-inflamatória (você pode conferir no nosso post do dia 11/02/21) com maior consumo de hortaliças, frutas, cereais integrais, gorduras saturadas, carnes vermelhas e redução do açúcar.

➡️ Atividade física: mínimo 150 minutos por semana (30 minutos por dia) de atividade aeróbica (caminhada, bicicleta e esportes em geral).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *