Púrpura na Infância e Adolescência

Antes de explicar sobre a PTI, é muito importante ter em mente os elementos que compõe o sangue, você sabe quais são?

O sangue é composto por: Glóbulos Brancos (leucócitos), que tem a função de combater as infecções; Glóbulos Vermelhos (hemácias), responsáveis pela oxigenação do organismo e as Plaquetas, responsáveis pela coagulação do sangue, ou seja, impedir hemorragias.

A Púrpura é uma doença causada pela baixa contagem das plaquetas, por isso sangramentos espontâneos em pele, como hematomas e petéquias ocorrem. Além do que, pode haver hemorragia nas mucosas da boca (gengivorragia), nariz (epistaxe). As adolescentes podem apresentar ciclos menstruais com maior duração e com grande quantidade de sangue, é a chamada menorragia.

Isso acontece pela maior destruição das plaquetas na corrente sanguínea, causada por uma falha no sistema imunológico que leva produção de anticorpos contra as plaquetas. O organismo passa a reconhecer as plaquetas como corpos estranhos e assim atacá-las. Por este motivo a PTI é considerada uma doença autoimune.

Os fatores que podem desencadear a doença são: vacinação e antecedente recente de infecção. Esses estímulos ativam o sistema imune com consequente produção de anticorpos.

A PTI na criança é na maioria das vezes aguda, ou seja, auto limitada com duração de cerca de seis a doze semanas. O próprio organismo reverte o quadro, sem necessitar de um tratamento específico.

É muito importante ficar atento a contagem das plaquetas, pois se estiver muito baixa, pode cursar com hemorragia grave e risco de vida. Nessa ocasião deve ser prescrito corticoide, que costuma responder muito bem. Por vezes, na falência dessa droga ou quando a situação exige uma resposta mais imediata, outras medicações são necessárias.

Importante! A PTI não é um câncer e também não é uma doença hereditária. Se você foi diagnosticado, não hesite em tirar todas as suas dúvidas com seu médico. O especialista responsável por tratar a PTI é o Hematologista.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *