Existe Diferença nas Meias de Compressão?

Hoje vamos falar um pouco sobre meias de compressão.

Você usa ou está querendo adquirir? Se sim, fique de olho nessas dicas!

Muitas vezes as pessoas compram meias pela primeira vez para alguma viagem ou para conforto, porém sem indicação. Mas atente-se: quando se trata de algo importante como sua saúde, um médico deve ser consultado sempre!

As meias variam conforme o grau de compressão, que é medido através da unidade mmhg, que significa “milímetros de mercúrio”. Quanto mais mmhg tem a meia, maior é a compressão.

Podemos classificá-las do seguinte modo:

• Meia de suave compressão (15 a 20 mmhg): Indicada para prevenção. Oferece conforto em pessoas que ficam muito tempo sentadas, em viagens de longa distância e atividades físicas.

• Meia de média compressão (20 a 30 mmhg): Indicada para varizes, pernas inchadas, tratamento de doenças venosas e linfáticas.

• Meia de alta compressão (30 a 40mmhg): Indicada para tratamento inicial da trombose venosa profunda, insuficiência venosa crônica grave, linfedema e em pós-operatórios.

Com relação à altura da meia, existem as abaixo do joelho (3/4), ou até a parte superior da coxa (7/8) ou aquelas até a cintura (meia calça).

Escolhido o tipo de compressão e a altura da meia, resta agora definir a que combina mais com seu estilo. Há meias esportivas, coloridas, transparentes e sóbrias.

Não tem motivo para deixar de usar.

E aí, quais suas dúvidas sobre meias de compressão?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *