DOENÇAS HEMORRÁGICAS NA MULHER

As doenças hemorrágicas são caracterizadas por sangramento excessivo, tanto espontâneo como associado a traumas/cirurgia.

Vamos especificamente falar aqui, das hemorragias causadas por problemas na coagulação sanguínea.

As doenças da coagulação podem ser hereditárias ou surgirem em determinado momento da vida.

Manifestam-se por manchas roxas (equimoses) na pele ou sangramento em mucosas como epistaxe (sangramento no nariz), gengivorragia e nos casos mais graves atingem órgãos internos.

Na mulher é necessária uma avaliação minuciosa das queixas ginecológicas dado que uma característica desse tipo de doença nesse grupo é expressar-se por problemas na menstruação e parto.

As doenças mais relevantes nesse cenário são as doenças de Von Willebrand e a púrpura trombocitopênica.

Sinais de alerta para uma coagulopatia:

Menstruação excessiva (menorragia): duração superior a 7 dias ou troca de absorvente em período inferior a 2 horas e/ou presença de grandes coágulos.

Menstruação que gera anemia ou então demanda uso de medicação para controlar sangramento como pílula contraceptiva, antifibrinolítico (transamin).

Parto com sangramento maior que necessite transfusão ou então reabordagem cirúrgica do obstetra.

Pós-parto com sangramento superior a 40 dias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *