Anemia Carencial – Um Problema de Saúde Pública

Anemia é a redução da hemoglobina (células vermelhas) do sangue. Essas células transportam oxigênio, nosso combustível biológico, portanto, sem ele não há energia para as atividades diárias. A pessoa vai sentir: cansaço, fadiga muscular, palidez, dificuldade de concentração.

Anemia carencial é a falta de nutrientes vitais como o ferro, ácido fólico e vitamina B12.  A deficiência de ferro é a maior causa de anemia no mundo, principalmente em países em desenvolvimento. Mulheres e crianças são as mais afetadas. Nesse post vou me deter a anemia do adulto.

A deficiência de ferro se deve, na maior parte das vezes, há sangramentos anormais. Na mulher, distúrbio menstrual é o foco primário da hemorragia. Em ambos os sexos atentar para sangramento digestivo (gastrite, úlceras).

Outra possibilidade é que o corpo não esteja absorvendo esses nutrientes, situação que ocorre nas pessoas que fizeram cirurgia bariátrica ou tenham alguma doença intestinal como doença de Chron e doença celíaca.

Exceto nos casos de pobreza extrema, a anemia por  baixa ingestão de alimentos é pouco frequente . Um exemplo emblemático é o veganismo, onde não há consumo de qualquer produto de origem animal. Essas pessoas correm o risco de deficiência de vitamina B12, se não houver uma adequação alimentar.

A correta identificação e suplementação do nutriente em déficit é a melhor forma de tratar a anemia carencial.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *